A Própolis Verde

A Própolis Verde

Em busca de uma vida mais saudável, muitas pessoas preferem procurar alternativas naturais para prevenir e até tratar doenças.

Essa busca acontece através da prática de hábitos saudáveis e o consumo de produtos naturais. Nesse segmento natural podemos dizer que a própolis é uma das substâncias que mais se destacam, pois, é muito valorizada e utilizada por várias pessoas no mundo inteiro.

A própolis é uma substância criada pelas abelhas a partir da coleta de resinas de plantas próximas a sua colmeia, acrescida de enzimas presentes em suas salivas. É utilizada na vedação e proteção de suas colmeias contra insetos invasores, fungos, vírus, bactérias, capazes de pôr em risco suas vidas.

Existe variados tipos de própolis, pois, essa variedade depende da espécie de plantas das quais as resinas são coletadas.

Poucas pessoas sabem, mas a própolis verde, é produzida apenas aqui no Brasil, isso porque nosso país é o único lugar aonde é encontrada a vassourinha do campo ou alecrim do campo. E é através dela que as abelhas produzem a própolis verde.

Essa espécie vegetal que é típica do Brasil se diferencia das demais variedades de própolis por conter a presença de compostos fenólicos únicos, substâncias que trazem inúmeros benefícios para a saúde.

A própolis verde contém o Artepilin-C, composto fenólico que tem ação antimicrobiana, antiviral, fungicida, imunomoduladora, antioxidante, anti-inflamatória, cicatrizante  e até antitumoral.

A própolis verde que a Nutrafor utiliza é extraída a partir de um processo chamado liofilização, obtendo um pó solúvel em água com altos níveis de compostos bioativos, como flavonóides, compostos fenólicos principalmente Artepillin-C, esse processo de extração é chamado de Freeze Drying.

Quais são os benefícios de consumir a própolis verde?

  • Efeito antioxidante: Os compostos fenólicos na composição da própolis garantem a sua eficácia como antioxidante, combatendo os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce e da mutação do material genético no organismo humano.
  • Antibacteriana: Combate a proliferação de bactérias, sendo assim,  a própolis é muito indicada no tratamento de doenças como anginas, amigdalites, faringite, laringite, gengivite, estomatites, abcesso dentário, sinusites, bronquites, pneumonias, gripes, rinites, dentre outras.
  • Cicatrizante e Regeneradora de Tecidos: A própolis é eficaz no tratamento de feridas, úlceras, dermatites e queimaduras, isso é devido à presença de flavonoides e aminoácidos em sua composição, que são agentes cicatrizantes.
  • Anestésica: A ação anestésica da própolis ajuda no combate a dores de garganta, amigdalites e dores de dente.
  • Antiviral: A propriedade antiviral da própolis é conhecida principalmente pelos seus ótimos efeitos contra a herpes, o adenovírus, o coronavírus, o rotavírus e outros. Por isso, sua utilização também é indicada contra doenças como herpes, gripes, resfriados, conjuntivite e dores de garganta.
  • Antifúngica: Sua ação contra os fungos torna a própolis capacitada para o tratamento de problemas de couro cabeludo, micoses em geral, frieiras, etc.
  • Anti-inflamatória: A ação anti-inflamatória da própolis foi verificada com eficácia principalmente no tratamento de artrite reumatoide e artrose.

A NUTRAFOR desenvolveu a própolis em cápsulas, pensando em fornecer para o consumidor uma melhor praticidade no seu uso e uma precisão na dosagem, pois, muitas pessoas tem dificuldade em consumir a própolis devido ao seu sabor intenso.

COMO TOMAR  A PRÓPOLIS VERDE DA NUTRAFOR?

Ingerir 3(três) cápsulas diariamente.

ADVERTÊNCIAS:

“ Este produto não deve ser consumido por gestantes, lactantes e crianças”

“ Este produto não é um medicamento”.

“ Não exceder a recomendação diária de consumo indicada na embalagem”.

“ Mantenha fora do alcance das crianças”.

Referências Bibliográficas:

  1. Barth O M. 2004 Melissopalynology in Brazil: a review of pollen analysis of honeys, propolis and pollen loads of bees Sci. Agric.(Piracicaba, Braz.), 61:342-350
  2.  Revista Brasileira de Farmacognosia
  3.  Denise Pimenta da Silva Leitão, Ademar Alves da Silva Filho, Ana Cristina Morseli Polizello, Jairo Kenupp Bastos and Augusto César Cropanese Spadaro, 2004. Comparative Evaluation of in-Vitro Effects of Brazilian Green Propolis and Baccharis dracunculifolia Extracts on Cariogenic Factors of Streptococcus mutans, Biol. Pharm. Bull., Vol. 27, 1834-1839
  4. https://pt.wikipedia.org/wiki/Própolis
  5. https://www.hindawi.com/journals/ecam/2013/964149/
  6. http://www.apidologie.org/articles/apido/full_html/2010/03/m09142/m09142.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite o número correto *

× Podemos ajudar?